Automação residencial é nova tendência do mercado de arquitetura

“Até 2020 todas as residências terão funções de automação instaladas em suas dependências”. A declaração feita pelo gerente nacional da marca italiana BTicino, Lennart Van Walsum, aponta para uma das maiores tendências do mercado de arquitetura para os próximos anos. Em constante crescimento, a automação residencial vem deixando, aos poucos, de ser vista somente como um artigo de luxo para entrar no hall dos fatores que levam o consumidor a optar por fechar um negócio imobiliário.

De olho nessa tendência, a JPLemos Automação Residencial reuniu importantes arquitetos e engenheiros do mercado, no Recife, para apresentar as últimas novidades do setor. O evento contou com palestras de importantes nomes do setor, como o gerente nacional da italiana Bticino, Lennart Van Walsum, e o representante da Aertécnica do Brasil, Loni Souza, além do diretor técnico da JP Lemos e integrador da Associação Brasileira de Automação Residencial (Aureside), Jorge Lemos.

 Durante algumas horas, os profissionais puderam entrar em contato com as últimas novidades do ramo, como telas touch screen, interruptores personalizados e sistema de aspiração central. Para Jorge Lemos, é preciso desmistificar a ideia de que automação é exclusividade para as classes mais elitizadas. “A automação não é somente colocar a casa com todas as soluções possíveis. Cortinas automáticas e dimerização são uma porta de entrada importante para o consumidor. Já trazem conforto e beleza ao ambiente e não custam tanto”, explica.

 Para Lennart Van Walsum, da Bticino, “essas tecnologias trazem personalização, flexibilidade. Temos que parar de vender apenas a casa do futuro, esses cliente sempre vão existir. Não podemos focar somente neles, o potencial está em vender as soluções gradativamente. O importante é ter a base do sistema instalado, o resto é simples”.

 A tendência para os próximos anos é de que esse mercado cresça impulsionado pelo aumento da renda média familiar no Brasil e o grande número de jovens entre 25 e 35 anos que estão comprando a casa própria e já estão antenados com o que acontece no meio tecnológico. “O aumento da demanda será uma conseqüência desse novo perfil do consumidor”, explica Lemos.

fonte: www.arquitetura.com.br

Anúncios

Governança de TI

O que é governança de TI?
 
Notícia enviada por Carlos Augusto da Costa Carvalho
(carlosaccarvalho@ibest.com.br)
11/12/2007 às 16:59

Fonte: http://www.itweb.com.br/voce_informa/interna.asp?cod=180

 
 

Esta é uma questão que muitos CIOs estão fazendo. Isto ocorre devido à diversidade de ferramentas e conceitos que são “despejados” no mercado, gerando dúvidas e definições incorretas sobre o tema.

Os grandes equívocos que ocorrem freqüentemente são de definição, onde se conceitua a Governança de TI (GTI) como um painel de indicadores, ou como um processo de gestão de portfólio dos projetos estratégicos.

Existem algumas frentes defensoras do conceito de que com a implementação de alguns processos baseados em apenas uma das melhores práticas (como Balanced Scoredcards (BSC), CobiT, ou ITIL) por si só, garantem a Governança, entretanto este conceito está incorreto.

A premissa mais importante da Governança de TI é o alinhamento entre as diretrizes e objetivos estratégicas da organização com as ações de TI. A definição do ilustre professor da FGV Sr. João R. Peres demonstra este conceito de forma abrangente, atribuindo os papéis e as responsabilidades conforme abaixo:

“Governança de TI é um conjunto de práticas, padrões e relacionamentos estruturados, assumidos por executivos, gestores, técnicos e usuários de TI de uma organização, com a finalidade de garantir controles efetivos, ampliar os processos de segurança, minimizar os riscos, ampliar o desempenho, otimizar a aplicação de recursos, reduzir os custos, suportar as melhores decisões e conseqüentemente alinhar TI aos negócios.”

Está definição deixa clara a importância da Governança de TI em organizações que almejam atender a crescente demanda por aumento de qualidade de produtos e processos, a alta competitividade do mercado globalizado e a busca por menores custos e maiores lucros.

Outra definição que se encaixa em Governança de TI é de considerá-la como “a Gestão da Gestão”, demonstrando seu papel principal que é de auxiliar o CIO (Governante de TI) a avaliar os rumos a serem tomados para o alcance dos objetivos da organização, onde um direcionamento errado pode levar a empresa ao fracasso em pouco tempo.

Casos de sucesso de um programa de Governança aplicados a uma organização não dão a garantia do mesmo sucesso à outra. Estes casos são muito instrutivos e importantes para auxiliar nos caminhos da elaboração de um programa próprio.

A implementação efetiva da Governança de TI só é possível com o desenvolvimento de um framework (modelo) organizacional específico. Para tanto, devem ser utilizadas, em conjunto, as melhores práticas existentes como o BSC, PMBok, CobiT, ITIL, CMMI e ISO 17.799, de onde devem ser extraídos os pontos que atinjam os objetivos do programa de Governança. Além disso, é imprescindível levar em conta os aspectos culturais e estruturais da empresa, devido à mudança dos paradigmas existentes.

O grande desafio do Governante de TI é o de transformar os processos em “engrenagens” que funcionem de forma sincronizada a ponto de demonstrar que a TI não é apenas uma área de suporte ao negócio e sim parte fundamental da estratégia das organizações.

Carlos Augusto da Costa Carvalho é formado em Processamento de Dados, com pós-graduação em Gestão de TI (FIAP) e MBA em Governança de TI (USP-IPT). Atua a mais de 14 anos na área de TI em diversos segmentos. Possui certificação em CobiT Foundation e ITIL Foundation, além de ter participado da Compliance Week Conference 2007 em Washington D.C.

Atualmente é Compliance de uma das maiores instituições financeiras da América Latina, onde participou do projeto de estruturação e implementação de controles internos para atendimento a lei Sarbanes-Oxley, US-GAAP e BR-GAAP, bem como nos projetos de estruturação da área de Compliance.

Atua também como professor universitário do curso de Sistemas de Informação da FAAC.

Visita Unijet

Hoje, 11-10-2010, recebemos a visita de Diones Gasparini, sócio da Unijet, empresa responsável pelo fornecimento das impressoras alugadas pela Sistemar Tecnologias.

Aproveitamos a oportunidade para fortalecer ainda mais nossa parceria, discutir estratégias de mercado e avaliar o atual cenário da tercerização em Maringá.

Conforme já se havia constatado anteriormente a parceria da Unijet com a Sistemar tem muito a crescer, pois são duas empresas fortes no mercado e que têm um grande diferencial: a boa qualidade na prestação de serviços.

Empresa de grande porte investe em segurança e organização

A Sistemar Tecnologias foi responsável pela implementação de uma solução para uma grande empresa da Região Metropolitana de Curitiba (não iremos citar o nome por motivo de segurança).

Foram interligadas 8 filias, cada uma com um servidor, permitindo que os dados e informações sejam trocadas entre elas com total segurança e praticidade.

No final do trabalho foram entregues os seguintes serviços:

-Disponibilidade de servidores;

-Aumento da Segurança da informação;

-Interligação das filiais via Internet;

-Acesso aos servidores de locais remotos com segurança;

-Monitoramento e bloqueio de navegação;

-Monitoramento das atividades dos servidores, permitindo a Sistemar saber quando os servidores ou serviços estarão ativos ou não;

-Documentação dos serviços instalados nos servidores, afim de propor maior transparência nas configurações  realizadas;

-Acompanhar via web uso do hardware e dos link´s permitindo o monitoramento do tráfego;

-Backup´s automatizados;

-Cota de discos para backup de e checagem de integridade md5;

-Centralização do backup;

-Gerenciador de arquivos Web;

-Cadastro de usuário e senhas para os colaboradores ter acessarem as pastas do servidor;

-Relatórios de monitoramentos e logs;

Rack de uma das filias

Café da manhã para arquitetos e engenheiros

A Sistemar Tecnologias ofereceu um café da manhã com palestra para vários Engenheiro e Arquitetos no último dia 10 de setembro. O encontro aconteceu na sala de reuniões do Sivamar e tinha como objetivo mostrar as novidades que a automação residencial está trazendo e ainda deverá trazer para nossos lares.

O Diretor Comercial da Sistemar Tecnologias, Anderson Cezar Stefani, fez a abertura do evento apresentando a empresa que está com 10 anos, sempre inovando e trazendo qualidade nos serviços de TI, Stefani destacou a importância de se trabalhar com produtos e serviços de qualidade neste tipo de segmento.

O palestrante principal, senhor Gabriel Peixoto, Diretor Executivo da Neocontrol (f’ábrica brasileira de produtos para automação), falou sobre como utilizar a automação para ter uma residência ecologicamente correta e conquistar selos verdes, como o Leed, mostrou as enormes possibilidades em uma casa automatizada, de como é fácil automatizar uma residência mesmo que já construída com as soluções que a Sistemar e a Neocontrol possuem. Para finalizar, “Peixoto” falou ainda sobre como funcionam os produtos Neocontrol e deu exemplos de como poder ser utilizados no dia-a-dia.

Administrador de Redes da Sistemar ministra Palestra

Um dos admins de Rede da Sistemar Tecnologias, Danilo Egêa Gondolfo, foi  até Paranavaí participar do SEINPAR e fazer uma palestra para estudantes sobre FreeBSD.

O SEINPAR – SEMANA DE INFORMÁTICA E IX MOSTRA DE TRABALHOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DE PARANAVAÍ, aconteceu no período de 23 a 27 de agosto e  tem por objetivo propiciar atualização tecnológica aos profissionais e acadêmicos de informática de Paranavaí e região, por meio de palestras, fórum pedagógico, mostra de trabalhos de iniciação científica, maratona de informática e integração com empresas que empregam recursos de tecnologia da informação.

Durante a palestra, Gondolfo pôde destacar as vantagens em ulilizar este sistema, contar um pouco da hitória do FreeBSD,  mostrar as diferentes versões existentes, explanar sobre legalização, mostrar quem já utiliza, quais produtos são baseados em BSD e ainda tirar dúvidas dos participantes.

Segundo Gondolfo, apesar do Sistemar Operacional FreeBSD ser uma das melhores plataformas UNIX para se trabalhar, principalmente devido a segurança que ele oferece, poucas pessoas o conhecem. Apenas 20% dos participantes já tinham ouvido falar sobre FreeBSD. Por isso, esse tipo de trabalho é muito importante.

FEIRA DE AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL

Realizou-se nos dias 18 e 19-08-2010 mais uma edição da Expo Predialtec, na cidade de São Paulo. Fabricantes para produtos de automação residencial expuseram seus produtos e serviços e trouxeram muitas novidades, mostrando que o mercado está aquecido.

 A Sistemar Tecnologias esteve lá, seus sócios Anderson e Alisson aproveitaram para conhecer o que vem por aí, e também para estreitar a parceria com o principal fornecedor deste produto, a NeoControl.

Da esquerda para a direita:

Anderson, diretor comercial da Sistemar Tecnologias

Gabriel, diretor comercial da neocontrol

Alisson, diretor de serviços da Sistemar Tecnologias