Mês: fevereiro 2018

Outsourcing desde a raiz

A Sistemar Tecnologias nasceu com a vocação para o Outsourcing.

A empresa foi criada, em 2001, para prestar serviços de TI, atenta as necessidades das Cooperativas de Créditos, que despontavam em Maringá.

A Sistemar cresceu, diversificou e tem, hoje, o nome reconhecido como uma das mais sólidas empresas, fornecedoras de infraestrutura tecnológica para negócios de toda a região.

Mas nossa  vocação para o outrsorcing evoluiu junto.

Atualmente, atendemos mais de trinta empresas.

Além das Cooperativas de Créditos, nossa experiência está a serviço de clientes como indústrias, comércio varejista, laboratórios, hospitais, agências de eventos, transportadoras, associações comerciais e sindicatos.

As vantagens que oferecemos são muitas, a mais visível é a redução drástica de custos com a TI, mas um outsourcing bem feito é muito mais  do que isso: com nossa assistência técnica, local e remota, sua  empresa terá permanentemente a manutenção de equipamentos e seu Backup garantidos.

Você ganha, também, segurança: seu servidor estará protegido contra ameaças internas e externas, e passará a ter seu desempenho monitorado continuamente.

Se ficou interessado, solicite uma visita técnica. Peça um orçamento. Teremos prazer em ajudar!

Anúncios

Alguns dos nossos cases mais recentes

Quase vinte anos de casos de sucesso. Veja o um resumo de nossos sucessos recentes:

 

  • CABEAMENTO ESTRUTURADO E ORGANIZAÇÃO DO RACK:

Só nos últimos meses, fizemos esse trabalho

para a Acim (Associaçao Comercial e Industrial de Maringá);  Grupo G10; Descarbox; Euphoria e a Clínica Dermatoclin.

 

2-SEGURANÇA DIGITAL

Instalamos  uma solução personalizada de firewall na Genko e na  Facmaster.

 

3- OUTSOURCING

Fechamos um contrato de Outsourcing, que inclui a assistência de um técnico full time na Euphoria; Maquira e Laboratório Santo Antonio.

 

4-INFRAESTRUTURA DAS REDES LÓGICA

Fizemos a infraestrutura das Redes Lógica e Elétrica. Cabeamento e montagem de rack na Aurora Alimentos; Frimesa; Agrex do Brasil; Minorgan; Clichetec e na  Sulferraço.

  

5- COMUNICAÇÃO

Estabilizamos a comunicação implantando fibra óptica na Gelita  e na Planti Center.

 

6- SEGURANÇA

Implantamos a infraestrura para câmeras de vigilância, no Condominio Renaiscence e no

Residencial La Première, onde também fizemos automação e controle de acesso.

 

Confira as principais normas de cabeamento estruturado

A principal padronização é regida pela  Telecommunications Industry Association (TIA) e pela Eletronic Industries Alliance (EIA).

As normas mais comuns são:

– ANSI/TIA/EIA-568-A/B (para crimpagem dos cabos).

– ANSI/TIA/EIA-569-A (Infra-estrutura utilizada principalmente por engenheiros civis e arquitetos).

– ANSI/EIA/TIA-570-A (Cabeamento pequenos Escritórios e Residência SOHO).

– ANSI/TIA/EIA-606 (Administração e Identificação).

– ANSI/TIA/EIA-607 (Aterramento em Telecomunicações).

Além de alguns TSBs (Telecommunications Systems Bulletin):

– TSB67 (Testes realizados em campo no cabeamento UTP).

– TSB72 (Cabeamento óptico centralizado).

– TSB75 (Práticas do cabeamento por zonas – Zone Wiring).

– TSB95 (Diretrizes adicionais da performance de transmissão do cabeamento UTP 4P Cat. 5).

No Brasil a norma oficial é a NBR 14565 da ABNT baseada na EIA/TIA 568-A, alterada (novembro/ dezembro de 2002) passando ser baseada na EIA/TIA 568B.                                                             Essa norma categoriza o sistema de cabeamento a partir da largura de banda, comprimento, atenuação e desempenho desse tipo de tecnologia. A norma ISO é outro procedimento que garante a padronização de cabos, conectores e procedimento como um todo.